Literatura

Garimpando em sebos: conheça algumas raridades encontradas nesses lugares

ARQUEOLOGO (2)
O Arqueólogo foi um dos sebos mais conhecidos de Manaus. Hoje já não está mais em funcionamento. Foto: Caçadores de Bibliotecas.

Com todo avanço tecnológico visto nos últimos tempos, os sebos continuam sendo uma opção clássica de espaço cultural em uma cidade. O lugar contrasta entre objetos novos e antigos, primeiras edições de livros, vinis raros e revistas em quadrinhos, todos com alguma importância histórica.

É só você tirar um dia para visitar alguns dos vários sebos que temos na cidade e pesquisar bem: algo legal você vai achar! Pra te dar um up nessa busca, que é também um passeio em busca de conhecimento, história e cultura, cito aqui algumas raridades encontradas por frequentadores, donos e funcionários de sebos.

 

1ª Dicionário Enciclopédico do país

 

“Quando eu trabalhava no extinto sebo “A República” [Rua Joaquim Sarmento, Centro de Manaus], comecei a me familiarizar mais com questões de memória, cultura e filosofia. Uma vez, acho que em 2008, apareceu lá no sebo uma enciclopédia, mas ninguém imaginava que fosse tão importante e valiosa. Chegamos a colocar na promoção pra ver se vendia mais rápido. Um dia, quando estava passando por outro sebo no Centro, vi um livro que era da biblioteca do exército e que tinha um apanhado de textos jornalísticos, poemas, notícias de jornal, samba enredos e outras coisas. Nesse meio, em um dos títulos, tinha a primeira enciclopédia do Brasil. Quando o autor começou a descrevê-la, vi que era o mesmo livro que estava sendo vendido no sebo onde eu trabalhava, e que era de uma preciosidade. Logo depois, comprei e a tenho até hoje em casa. Um bom vendedor de sebos também tem que ser um bom consumidor!”

Einar D’ambarr, proprietário do Sebo Edipoeira, localizado na Praça Heliodoro Balbi (Praça da Polícia), no Centro de Manaus.

Projetor de cinema dos anos 60

35mmProjector
Projetor de filmes dos anos 60

“Uma vez, alguém deixou aqui no sebo um projetor [O Alienista, Praça da Polícia, no Centro] e eu não tinha condições de adquirir. Lembro que eu mesmo coloquei o preço, valia uns R$ 8 mil ou mais, mas colocamos por R$ 5 mil. Era de 1969 e não sabia a marca nem nada. Só fiz pegar o produto e colocar pra venda, que foi bem rápida. Não comprei porque realmente custava muito caro e eu não tinha dinheiro (risos)”.

Wendell Emerson, trabalha no sebo O Alienista, localizado na Praça Heliodoro Balbi (Praça da Polícia), no Centro de Manaus.

 

Livro “O germinal”

 

“A maior raridade que eu já encontrei foi em uma feira ao ar livre em Curitiba (Paraná), em um sebo móvel. Achei uma edição de “O Germinal”, de Émile Zola, de 1910, e comprei. Ela é uma tradução do francês para o português de Portugal.”

Anne Paiva (@annepaivadealencar), cliente de sebos.

Desenho da Laerte

1543732899473
Foto: Vanessa Rocha

“Aqui no Sebo O Alienígena já vendemos diversos objetos raros e difíceis como vinis, livros e selos. Mas tem uma coisa bem interessante aqui que ainda não vendemos, que são gravuras originais da Laerte, autografadas! São da época em que o Jorge [Bandeira, fundador e um dos sócios do Alienígena] fazia parte do Clube dos Quadrinistas. A Laerte veio aqui em Manaus visitar e deu de presente pra ele. Muita gente vem e olha, a gente também fica vendo com a galera, mas na verdade ainda não chegamos num valor exato pra vender. São rascunhos, não é uma arte acabada. Ele fez alguns rabiscos e autografou”.

Antônio Rodrigues Jr., um dos sócios do sebo o Alienígena (@sebo.oalienigena), localizado na Rua Lima Bacuri, no Centro de Manaus.

Livro de Arte Italiano

22474951374
Foto: Abebooks

 

“Sempre gostei muito de estudar outras línguas, e sempre quis ler algum livro num desses idiomas. Este ano, teve uma feira de livros aqui em São Luís (Maranhão), e sempre tem uma área reservada para sebos. Por sorte, e depois de procurar bastante, encontrei um livro em italiano que fala sobre história da arte. O nome do livro é Piccola Storia dell’Arte, do autor Fritz Baumgart. A edição é de 1990.”

Maiane Nunes (@maenoztvc), cliente de sebos.

 

Anúncios

0 comentário em “Garimpando em sebos: conheça algumas raridades encontradas nesses lugares

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: